Março 8, 2021

Luiz Fux exonera funcionário do STF que pediu reserva de vacina

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, exonerou o secretário de Serviços Integrados de Saúde da Corte, Marco Polo Dias Freitas, responsável por solicitar, da Fiocruz, a reserva de 7 mil doses da vacina contra a Covid-19 para membros e funcionários da Suprema Corte. A informação foi divulgada pelo colunista Ancelmo Góis, do jornal O Globo.

Segundo a publicação, o ministro afirmou que, sem o seu conhecimento, o secretário solicitou à Fiocruz a tal reserva de sete mil vacinas contra a Covid-19, furando a fila de prioridades da vacinação e declarou que sempre foi “contra privilégios”.

O ofício em questão foi enviado no dia 30 de novembro para Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) pedindo a reserva de doses da vacina contra o novo coronavírus, para que fossem destinadas à imunização de ministros e servidores da Corte e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

No documento, o diretor-geral do STF, Edmundo Veras dos Santos Filho, disse que a justificativa para o pedido de reserva da vacina é que os servidores desempenham “papel fundamental no país”, e que muitos deles fazem parte do grupo de risco do coronavírus.

The post Luiz Fux exonera funcionário do STF que pediu reserva de vacina appeared first on Terra Brasil Notícias.

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
11993455895