Maio 12, 2021

400 doses de vacina contra Covid são descartadas na Argentina; suspeita é de sabotagem

Quatrocentas doses da vacina Sputnik V contra o novo coronavírus, com a qual a Argentina iniciou a imunização, tiveram que ser descartadas após ficarem fora da refrigeração necessária, informaram nesta segunda-feira (4) autoridades de saúde, que denunciaram uma suposta sabotagem. 

“Na madrugada desta segunda-feira foi registrada uma sabotagem no Hospital provincial de Oncologia Luciano Fortabat, da cidade de Olavarría, devido à perda da cadeia de frio de 400 doses da vacina Sputnik V por fatos de extrema gravidade”, destacou o ministério da Saúde da província de Buenos Aires em um comunicado de imprensa. 

O episódio ocorreu na cidade de Olavarría, 350 km a sudoeste da capital argentina.

“Ficou em evidência uma série de fatos irregulares graves: foi cortada a transmissão da câmara de segurança que registra imagens do freezer às 02h50 da madrugada e a conexão não voltou. Também houve movimentos estranhos ao redor do hospital”, disse Ramiro Borzi, diretor da Região Sanitária IX, com jurisdição em Olavarría. 

Borzi disse não descartar “que tenha sido uma ação intencional”. 

“Estávamos com muitíssima expectativa e nos deparamos com isto que não sabemos bem o que foi, se é uma sabotagem ou um boicote, mas estamos acionando judicialmente para avançar na investigação”, disse. 

A Argentina começou na terça-feira da semana passada sua campanha de vacinação contra a Covid-19 com a aplicação da vacina Sputnik V, elaborada pelo Centro de Epidemiologia e Microbiologia Nikolai Gamaleya, da Rússia.

The post 400 doses de vacina contra Covid são descartadas na Argentina; suspeita é de sabotagem appeared first on Terra Brasil Notícias.

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
11993455895