Abril 20, 2021

Distrito de Pequim decreta emergência após sete novos casos

As cidades de Xidulan e Donghaihong. no distrito de Shunyi, entram em quarentena

As cidades de Xidulan e Donghaihong. no distrito de Shunyi, entram em quarentena
EFE / EPA / WU HONG

O distrito de Shunyi, no nordeste de Pequim, entrou em uma emergência epidêmica similar a períodos de guerra depois que outros cinco novos casos de covid-19 foram detectados naquela área, após as duas infecções locais registradas na sexta-feira (25), informaram as autoridades municipais de saúde neste sábado (26).

Em uma conferência de imprensa, o vice-diretor do Centro de Prevenção de Controle de Doenças de Pequim, Pang Xinghuo, disse que entre os contatos próximos dos dois infectados detectados na sexta-feira, 5 novos casos foram encontrados em mais de cem mil testes realizados até agora.

O distrito entra no nível de emergência epidêmica de “tempo de guerra”, disse Pang, explicando que seus quase 800 mil residentes serão testados para o coronavírus.

As cidades de Xidulan e Donghaihong. no distrito de Shunyi, entram em quarentena, disseram autoridades de saúde.

Anteriormente, a Comissão Municipal de Saúde de Pequim havia considerado que a situação de prevenção e controle da pandemia na capital era “grave e complicada”, após seis novos casos terem sido detectados nos últimos dias.

As autoridades de saúde desaconselham viajar para fora da capital, a menos que seja necessário, durante as celebrações do Ano Novo Lunar chinês, que este ano cai em 12 de fevereiro.

Um dos casos de Shunyi é o de uma mulher de 31 anos da província de Hebei que trabalha em uma loja de alimentos frescos e congelados no vilarejo de Zhangxizhuang, no distrito de Pequim, e cujo estado é leve.

O outro caso envolve uma mulher de 29 anos da província de Liaoning, que mora no distrito de Shunyi e trabalha para uma multinacional de tecnologia dos Estados Unidos.

A comissão indicou que foram realizadas investigações epidemiológicas sobre estes dois casos e implementadas as medidas de controle necessárias, que, segundo os vizinhos do bairro, incluíram o isolamento de um complexo residencial em Shunyi, bairro que abriga uma área da capital onde vivem muitas famílias ricas de expatriados.

Um caso assintomático de um funcionário da Asian Airlines residente em Pequim, que voltou da Coreia do Sul e já havia ficado em quarentena por duas semanas, também foi detectado na sexta-feira.

Estes casos juntam-se a outro localizado na quinta-feira (24) de um funcionário da hotelaria no distrito central de Xicheng, onde fica Zhongnanhai, a sede do Governo chinês, e que levou à aplicação de testes em todos os trabalhadores de restaurantes da região, com 1 milhão e meio de habitantes.

A capital também registrou outros dois casos na semana passada no que é conhecido como o distrito das artes 798, na zona norte da cidade. Os registros levaram ao isolamento de um hotel e de alguns conjuntos residenciais.

Esses casos foram os primeiros registrados na capital chinesa após vários meses sem qualquer novo contágio em nível local.

Cuidados em Pequim

“Temos muitos casos esporádicos em Pequim e há um alto risco de propagação da epidemia”, disse hoje o porta-voz do governo da capital, Xu Hejian.

O porta-voz disse que eles têm que “permanecer vigilantes” e “fazer todo o possível” para evitar a propagação do vírus, reduzindo o fluxo de população e evitando aglomerações tanto agora como no restante das das festividades do Ano Novo Chinês em fevereiro.

O vice-prefeito da cidade, Chen Bei, disse que Pequim revisará os regulamentos para a realização de eventos e não organizará grandes encontros, como eventos esportivos ou culturais.

Cinemas, livrarias, museus e locais de entretenimento devem operar com 75% da capacidade, disse Chen, também pedindo às ferrovias, companhias aéreas, aeroportos e estações que implementem medidas de desinfecção e controles de temperatura estritos.

O governo chinês atribui especial importância à proteção de Pequim, que tem sido objeto, desde o início da pandemia na China, de medidas rígidas de controle e prevenção da doença.

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
11993455895