Abril 22, 2021

42 pessoas recebem tratamento em vez de vacina, por engano, nos EUA

Os anticorpos monoclonais são usados para tratar a covid-19

Os anticorpos monoclonais são usados para tratar a covid-19
EFE / EPA / LUCA ZENNARO / Archivo

Quarenta e duas pessoas que deveriam tomar a vacina da Moderna contra a covid-19 receberam, por engano, um tratamento experimental de anticorpos monoclonais contra a doença, o mesmo usado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quando teve covid. 

O caso ocorreu no condado de Boone, no Estado de Virgínia Ocidental, nos Estados Unidos. O tratamento de anticorpos monoclonais deve ser administrado pela veia, mas foi injetado no lugar da vacina.

Leia também: O que fazer se tiver sintomas de covid-19 após as festas?

Nenhuma das 42 pessoas apresentou qualquer reação adversa até o momento, segundo nota divulgada pela Guarda Nacional de Virgínia Ocidental, que chamou o erro de “uma falha no processo” e afirmou que “embora essa injeção não seja prejudicial, ela foi substituída pela vacina”.

“No momento em que fomos notificados do ocorrido, agimos imediatamente para corrigi-lo e  revisamos e nossos protocolos para aprimorar o processo de distribuição a fim de evitar que isso ocorra novamente”, afirmou James Hoyer, da Guarda Nacional, por meio do comunicado. 

“Todos que receberam anticorpos foram contatados. Eles serão acompanhados como precaução. A vacina será oferecida a essas pessoas assim que possível, com prioridade”, diz ainda.

A confusão aconteceu durante a entrega de um carregamento dos anticorpos monoclonais a um centro de distribuição, onde os frascos foram colocados entre os suprimentos da vacina da Moderna, segundo publicado pelo jornal norte-americano The New York Times.

Os frascos para o tratamento e a vacina contêm semelhanças, mas são devidamente rotulados, assim como suas caixas. Ambos são mantidos sob refrigeração antes de serem usados.

O tratamento com anticorpos monoclonais são escassos e caros, ressaltou o jornal, e foram desperdiçados enquanto o país bate recorde no número de hospitalizações.

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
11993455895