Abril 18, 2021

Pelo menos 13 britânicos já foram barrados em aeroporto na Holanda

Reino Unido deixou a União Europeia na última sexta-feira (1º)

Reino Unido deixou a União Europeia na última sexta-feira (1º)
Freepik

Um porta-voz da força de fronteira holandesa confirmou nesta segunda-feira (4) que desde 1º de janeiro, quando o Reino Unido deixou de fazer parte da União Europeia, pelo menos 13 cidadãos britânicos foram barrados no aeroporto Schipol, em Amsterdã. As informações são do portal britânico The Guardian.

Leia também: Inglaterra voltará ao lockdown contra covid-19 nesta 3ª

Segundo as autoridades, os passageiros impedidos de entrar no país faziam viagens consideradas não essenciais, não conseguiram apresentar um comprovante de residência na Holanda ou na UE ou não atendiam às regulamentações impostas a países de fora do bloco para conter a disseminação da covid-19.

“Todos tiveram um teste PCR negativo, mas se esqueceram da regra básica de que deve ser uma viagem necessária, por exemplo, para trabalho ou devido a graves circunstâncias pessoais”, afirmou Robert Kapel, porta-voz da Gendarmaria Real, um dos quatro serviços das forças armadas dos Países Baixos, em entrevista à emissora pública NOS.

“Pessoas de países seguros podem passar, mas o Reino Unido certamente não é um país seguro no momento”, completou.

Restrições a viajantes

Os estados membros da UE concordaram em outubro em adotar uma proposta do Conselho Europeu para permitir viagens não essenciais de um pequeno grupo de países com níveis mais baixos de casos da doença, incluindo Austrália, Nova Zelândia, Cingapura e Coréia do Sul.

Enquanto as restrições permanecerem em vigor, os cidadãos britânicos agora só poderão entrar no bloco em alguns casos, sobretudo por razões urgentes de família, estudo ou trabalho.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Fábio Fleury

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
11993455895