Abril 15, 2021

Madri demorará dias para voltar à normalidade após nevasca

Militares participam do esforço para tirar a neve das ruas de Toledo

Militares participam do esforço para tirar a neve das ruas de Toledo

Ángeles Visdómine / EFE – 11.1.2021

Madri e outras regiões da Espanha precisarão de pelo menos uma semana para se recuperarem completamente devido à grande quantidade de neve acumulada, agora transformada em gelo, depois de uma onda de frio intenso, embora já seja permitida a entrada de caminhões na capital para garantir o fornecimento de bens básicos.

Leia também: Madri amanhece debaixo de neve, voos são suspensos e ônibus param

A tempestade Filomena provocou fortes nevascas no centro, no leste e no nordeste da Espanha entre sexta-feira e domingo, com precipitações históricas em Madri.

O acesso a edifícios e ao tráfego de veículos continua difícil ou impossível em muitas ruas, e quase 600 estradas espanholas, das quais 116 da rede secundária e duas de rodovias principais estão cortadas, enquanto os trabalhos para desobstruí-las estão progredindo lentamente.

Funcionários da prefeitura também começaram a remover as centenas de carros que ficaram presos e abandonados nas pistas da capital depois que seus motoristas foram resgatados.

Transporte retomado aos poucos

Na cidade de Madri, somente o metrô está em funcionamento, e o número de usuários hoje foi 21% maior que a média na primeira hora. O tráfego ferroviário tende a aumentar gradualmente. Nesta segunda-feira, 72% dos trens programados circulariam, e a linha de alta velocidade entre a capital e Barcelona foi retomada.

A recuperação operacional do aeroporto da capital será muito gradual, pois os protocolos de segurança são muito rígidos.

As escolas da região de Madri estarão fechadas durante toda a semana e pelo menos até quarta-feira em Castilla-La Mancha e Aragón. Hoje, também não havia aulas nas províncias de Castilla y León e Catalunha. As circunstâncias também causaram alguma escassez e aglomeração de clientes nas mercearias, já que não foi possível que as entregas chegassem.

Milhares de transportadores tiveram que esperar em estacionamentos de emergência por vários dias antes de poderem retomar sua rota. Porém, o ministro dos Transportes, José Luis Ábalos, afirmou que o tráfego de carga foi restabelecido. Os acessos ao mercado atacadista de alimentos Mercamadrid já estão limpos, e nesta terça-feira o local poderá funcionar normalmente.

O trabalho para recuperar os acessos aos hospitais, asilos, empresas farmacêuticas e elétricas e outros tipos de infraestrutura críticas também foi intensificado. Os enterros e cremações em Madri estão suspensos temporariamente.

Uma semana para retirar a neve

De acordo com as previsões da Unidade de Emergência Militar (UME), a situação começará a se normalizar no final desta semana. Contudo, o prefeito de Madri, José Luis Martínez Almeida, tenha dito que, apesar da atividade intensa de limpeza, ainda serão necessárias algumas semanas para remover todo o gelo devido às temperaturas de -10 graus durante os próximos dias.

Dois sem-teto morreram em Barcelona nas últimas horas por causa do frio deixado pela tempestade, de acordo com fontes do poder público municipal.

O Ministro do Interior da Espanha, Fernando Grande Marlaska, reiterou a necessidade de adiar os deslocamentos desnecessários para evitar acidentes de carro e quedas de pedestres, pois o número de feridos vem aumentando, Ele acrescentou que qualquer atraso na distribuição das vacinas da Covid-19 devido à tempestade vai ser muito leve.

You may have missed

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp
11993455895